O que eu esperava de mim para 2014

Encontrei uma pasta no meu drive com todos os textos que eu escrevi no meu primeiro blog. Além de uma vergonha desgraçada, encontrei esse post, de 2004, falando quais os meus planos para dali a 10 anos. Gente. Não vou tecer comentários.


O que eu estarei fazendo daqui a 10 anos?

Muito menos do que eu planejava há alguns anos atrás. Muito menos do que eu planejei a minha vida inteira. Perdi meus sonhos? Desiludi-me? Ou me conformei com menos? Ou tornei-me realista?

futuro-garotinha-na-estrada

Quando mais nova, queria uma mansão e sonhava com ela. Queria ser rica, de qualquer jeito, seja lá com que profissão (ou casamento), mas queria ser rica. Minha mansão tinha portas imensas e varandas enormes, com colunas, jardim paradisíaco e muitos empregados. Muitos carros na garagem, nenhum filho para incomodar e atrapalhar meu caminho rumo à prosperidade e usura.

Eu não imaginava um companheiro ou marido, isso seria secundário. Não estava na minha TO-DO LIST. Eu era completamente orientada para esse propósito, eu realmente achava que isso era a única coisa que fazia o futuro valer à pena ser vivido.

Hoje, eu já não tenho tanta certeza disso. Daqui a 10 anos, ao invés de um rosto freqüentemente visto em colunas sociais, eu me vejo com a minha casa, o meu marido, os meus dois (ou três?!?) filhos, dando aulas em boas escolas, fazendo alguma especialização na minha área, falando alemão finalmente, sendo dona da minha vida e não devendo nada para ninguém.

Quando eu namorava (meu único namoro sério e longo), era mais ou menos isso que ele queria e eu achava que ele era um coitado por não possuir qualquer tipo de ambição. E isso era o que me fazia crer que jamais daríamos certo, pois eu queria mais, eu queria as estrelas, e ele apenas a vida de um pobre coitado.

Hoje eu vejo que não precisava de mais do que isso para ser feliz (claro que mais que isso também seria legal) e eu estou meio em crise mesmo pq eu não sei até onde eu estou sendo sincera comigo mesma e até onde eu simplesmente me conformei com as possibilidades palpáveis que o futuro me apresenta?

Às vezes quando a gente cria expectativas menores, se decepciona menos.

Mas será? Será que é isso que está acontecendo comigo?

Um comentário sobre “O que eu esperava de mim para 2014

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s