Como começar a correr?

Eu acho que não existe pergunta que eu responda mais hoje em dia do que essa. Correr está na moda, e levar um estilo de vida mais saudável, que envolva atividades físicas, está mais “na moda” ainda. E que bom!

Dentre todas as coisas que podemos fazer para a nossa saúde (e quando falo saúde estou falando de TUDO, não só de não estar doente: humor, bem estar, forma física, tudo funcionando direitinho internamente), a prática regular de atividades físicas é de longe a melhor coisa que se pode fazer, junto com uma alimentação saudável. Segundo o Physical Activties Guidelines, o que devemos fazer é NO MÍNIMO isso (adultos, ok?):

• Pelo menos 150 minutos por semana de atividade física AERÓBICA de intensidade moderada, ou 75 minutos por semana de intensidade alta.

• Atividades de fortalecimento muscular de intensidade moderada a alta e que envolvam todos os grandes grupos musculares em 2 ou mais dias por semana.

Muito bem. Vou falar só da parte que me toca, que é a da corrida.

Eu não sou nenhuma atleta de elite (ainda :-P), mas venho tendo bons resultados, considerando que deixei de ser 100% sedentária há muito pouco tempo. Comecei a pedalar há pouco mais de dois anos e a correr em maio de 2012, aos 30 anos. E comecei do nada mesmo, sem nenhum tipo de acompanhamento, sem saber direito como fazer. É claro que hoje eu sei da importância de um acompanhamento não só médico como também de uma nutricionista, já que o ritmo de atividade é intenso, e se você se apaixonar pelo esporte como eu, vai praticar com uma frequência maior do que 3x por semana, o que aumenta as chances de alguma lesão.

2014.05.18_maratona_poa-apsp42k08908pb

Quando eu decidi começar a correr, fui direto pro Sr. Google, aquele que tem todas as respostas. Li alguns artigos, nada que ajudasse muito na parte prática, quando lembrei do iTunes Store. Po, lá tem podcast pra tudo, claro que também teria de corrida para iniciantes! E encontrei. O podcast Couch to 5K era tudo o que eu precisava, era gratuito e eu gostei TANTO e foi TÃO perfeito que acabei comprando as duas séries seguintes, Run a Faster 5K e uma outra para correr 10K. O Todd, treinador/narrador merecia que eu comprasse, porque o trabalho que ele faz é muito bom.

Enfim.

O nome do podcast é From Couch to 5K (Do Sofá para 5K). 5K = 5 kilometros, e geralmente na corrida é assim que nos referimos. Nada de 5 km, é 5K. Esse podcast, portanto, é bem pra quem não faz NADA e quer correr. Nesse link tem várias instruções sobre como usar o podcast, inclusive ele tem um aplicativo que eu imagino que seja parecido com o Nike + para gravar o seu progresso, escutar as próprias músicas durante os treinos… Mas o aplicativo é pago e acho que não tem necessidade quando você pode obter os podcasts de graça.

Tem uma planilha de treinamento que vai dizer o que você vai fazer em cada dia AQUI. O treino vai acontecer durante 8 semanas, e nesse tempo (no máximo 10 semanas) espera-se que você consiga correr durante 30 minutos ininterruptos, o que dá mais ou menos 5 kilometros mesmo. E você vai treinar 3x por semana, por meia hora, em média.

A cada treino você bota o podcast pra tocar e segue as instruções. Infelizmente tem que saber inglês, porque o Todd é americano. Na planilha você vai ver quantos minutos andando e quantos correndo. Começa bem devagar, 2 minutos de corrida e 3 minutos caminhando, isso se repete 4 vezes. Tanto durante a caminhada quanto durante a corrida, ele fala mensagens motivacionais pra você não desistir e jogar a porra toda fora. Ele é muito fofo, e no final da terceira semana ele faz uma surpresinha bem boba mas que me fez chorar – eu, aquela que quase não chora. Fiquei super emocionada por ter conseguido chegar onde cheguei, imagina só, correr 3 minutos sem parar e caminhar só 2, fiquei emocionada mesmo, era MUITO difícil. Quem diria que hoje corro meia-maratona sem morrer, quase 2 horas correndo…

Bom, enfim. O Todd vai dizendo: agora vc vai correr por 2 minutos, let’s go, you can do it!

O podcast da primeira semana você encontra AQUI.

E o restante, das semanas seguintes, estão todos AQUI.

Acho que o melhor conselho que eu posso dar – e o dei a todos os meus amigos que começaram a correr e me procuraram para alguma orientação – é que você NÃO É VELOCISTA. A gente sempre tem a impressão de que correr é correr como se não houvesse amanhã, correr da polícia, sabe? Mas não. Você pode correr mais devagar do que uma outra pessoa que caminhe rápido. Muita gente desiste e acha que não consegue correr porque “corre da polícia” por vinte segundos, perde o fôlego (claro) e pensa que é preciso ser super homem para conseguir. Mas não. O próprio Todd fala que não tem problema se o vovô te ultrapassar caminhando, desde que você esteja CORRENDO. Muito devagar, mas correndo.

Jogue-se nos podcasts e vai me contando do seu progresso!🙂

A melhor parte da corrida é lutar contra si mesmo. Porque, pra mim, correr é isso: se superar sempre, vencer sempre, vencer a nossa condição física, bater nosso próprio recorde, vencer nosso psicológico – para corredores de longa distância essa é a superação mais difícil. Correr é um esporte que me emociona muito, porque é sempre uma vitória pessoal e uma superação dos próprios limites.

7 comentários sobre “Como começar a correr?

  1. Pingback: Nova meta para 2015: Triathlon | Rainfalls and hard times

  2. Pingback: Faltam 11 dias para a Maratona de PoA | Georgia Martins Faust

  3. Pingback: Dois anos correndo. | Georgia Martins Faust

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s