Graças a deus.

Eu não sei se as coisas costumam simplesmente cair do céu para você, mas comigo tudo é bem suado. Cada R$ 10,00 que entra na conta, cada medalha em corrida, cada nota 10 na prova é fruto de um esforço bem grande, de uma vida social praticamente nula, de horas de trabalho ou de treino ou de estudo.

Então assim.

Me irrita.

Me irrita mesmo algumas pessoas que insistem em agradecer a deus por tudo. POR TUDO. Tem gente que está sempre com aquele graças a deus na ponta da língua e é tão automático quanto qualquer outro vício de linguagem – ou seja, também vazio em significado. E nem vou aqui entrar no mérito do crente vs. o ateu. Não tô discutindo a existência divina. Não entro nesse tipo de questão. Estou só questionando essa “humildade” que atribui a deus todos os méritos de todas as coisas boas que acontecem na vida. Pohan, qual o problema em você encher o peito e dizer que venceu ou conseguiu (qualquer coisa que seja) porque se esforçou pra caralho e se preparou pra caralho e agora tá colhendo os frutos das suas escolhas e das suas renúncias? É arrogância isso?

graças

Ás vezes eu acredito em sorte. Mas só bem de vez em quando. Nesses casos de sorte, de coincidências extremas, maluquices inexplicáveis do destino, eu não me incomodo com os agradecimentos à deus. Tipo, meu pneu furou bem na frente de casa e graças a deus o zelador estava ali na frente pra me ajudar. Ok. Mas não aceito o graças a deus fiquei bem colocado no campeonato X.

Não consigo deixar passar despercebido. Sempre respondo.

A – Como estão teus gatos?

Eu – Ótimos, lindos, felizes e peludos.

A – Graças a deus…

Eu – NÃO, graças à mim.

Eu acho uma puta falta de sacanagem outra pessoa levar o mérito só por não ter mandado um raio incendiar minha casa ou jogado uma das sete pragas pra dizimar os meus felinos (ou seja, deus simplesmente se absteve de fazer alguma maldade com eles – uma não-ação envolve esforço ZERO) quando na real sou eu quem tem que acordar meia hora mais cedo pra limpar caixa de areia, sou eu quem tem que dar aulas de inglês em troca de ração super-premium, sou eu quem tem que gastar seu rico dinheirinho em vacinas e check-ups + exames anuais e sou eu quem compra brinquedinhos que estimulam a imaginação e criatividade em horas de diversão (ou seja, se eles estão bem e felizes é pela minha ação, que envolve esforço mil).

Não vejo motivo nenhum no mundo para agradecer alguém por NÃO ter atrapalhado a minha vida. Porque todo o resto eu consegui com o meu esforço.

Um comentário sobre “Graças a deus.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s