Alternatividade – Montessori, Freinet e Blumenau

Não existe coisa mais legal do que fuçar nas fotos e posts de um grupo no Facebook chamado Montessori para Mamães. São tantas idéias legais, fantásticas e inspiradoras que eu fico olhando e babando e torcendo para que logo alguma amiga engravide e me chame para ser madrinha da criança. Porque eu quero fazer tudo aquilo que está lá, e com os gatos não dá certo!

(e, claro, acho quase uma heresia que as poucas amigas para quem indiquei a página simplesmente não coloquem NADA daquilo em prática e prefiram passar as tardes de domingo no shopping com as crianças do que fazendo coisas legais, criativas, divertidas e educativas)

MARIA MONTESSORI VISITS SCHOOL

O Método Montessori é bacana do começo ao fim, e se baseia em três pilares educacionais: auto-educação, conhecimento como ciência e educação cósmica.

A auto-educação surge pela liberdade dada à criança para executar as atividades que lhe despertem maior interesse. Desta maneira, o professor pode observar quais os focos do interesse do aluno e, a partir deles, organizar as atividades que serão apresentadas. Este princípio leva ao respeito pelo ritmo daquele que aprendee leva à construção de um ambiente preparado especial para cada fase de três ou seis anos.

O conhecimento como ciência leva ao aperfeiçoamento do ensino e da aprendizagem. O professor deve ser absolutamente objetivo no que ensina, assim a criança compreende com muito mais tranquilidade. Este pilar leva à análise do desenvolvimento de cada criança e à percepção objetiva das dificuldades e facilidades do aluno. Este ponto do método conduz a construção do conhecimento da criança de forma que ele sempre tenha como fundamentos o que se conhece com certeza, para que, tendo uma base sólida de realidade, o aluno possa desenvolver sua criatividade e imaginação.

A Educação Cósmica é uma maneira de educar de forma que o estudante perceba, em um determinado momento, as interconexões e interdependências de tudo o que há no cosmos. AEducação Cósmica é, também, uma forma de ordenar o conhecimento e o currículo escolar. Cosmos, em oposição a caos, significa ordem, e sabemos que quanto mais ordenado for o conhecimento que devemos receber, mais facilmente o compreenderemos de verdade. Esta forma de educar permite despertar diversos interesses na criança e permite descobrir em cada um qual o objeto de reflexão que lhe fascina, assim, como sempre acontece em Montessori, o método é moldado para o aluno, e não o aluno pelo método.

E no tal grupo do Facebook as mamães elaboram, colocam em prática, fotografam e compartilham as fotos e os resultados. Tem muitas idéias, muitas mesmo, e a grande maioria com materiais super acessíveis, coisas que todo mundo tem em casa.

Na verdade eu sou grande admiradora de todos os métodos alternativos de ensino, porque simplesmente detesto como a educação é levada nas escolas tradicionais, e detesto mais ainda o fato de uma cidade do tamanho de Blumenau não ter sequer uma escola que se proponha a ensinar de um jeito diferente. E estou quase certa que, se tal escola abrisse, não haveria nem mão de obra qualificada, levando-se em consideração a qualidade dos cursos de graduação em Pedagogia da região. Vejo tantos mas tantos possíveis grandes talentos sendo desperdiçados porque tem todas as suas qualidades criativas reprimidas desde o dia em que colocam os pés na escola pela primeira vez… E daí vejo tantos amigos e conhecidos fantásticos que eu tenho que vieram de um background alternativo e meu coração quase sangra. Matamos nossas crianças diariamente.

Nessa luta contra o ensino tradicional e pela promoção de qualquer método que não seja o tradicional, em algum momento algumas pessoas já me falaram que eu deveria ser a pioneira e abrir uma escola Montessori por aqui. A resposta é imediata, nem preciso pensar muito: NÃO!

Blumenau não tem uma escola Montessori não só porque lhe falta mão de obra qualificada ou uma jovem pedagoga com espírito empreendendor. Blumenau não tem uma escola Montessori porque lhe falta uma mentalidade páfrente. Eu vi a escola Celestin Freinet nascer, crescer e definhar até morrer de um jeito bem triste – foi comprada por uma rede-açougue-apostilada. E durante esses de vida útil dessa escola, vi meu irmão florescer e ser educado lindamente (ele estudou lá durante alguns bons anos) enquanto via mães tirando seus filhos de lá indignadíssimas porque lá não tinha prova, ou lá eles não estudavam a tabuada à exaustão ou porque achavam um saco preparar o lanche coletivo e onde é que já se viu dividir o lanche precioso da minha filha com todos aqueles outros alunos?!?, ou porque ouviram falar que o fulano saiu do Freinet e foi pro Bom Jesus e se ferrou com as notas – então óbvio que o ensino do Freinet era deficiente.

Gente que não pensa direito, sabe? Que não consegue perder um minuto para avaliar criticamente o que está falando, fazendo, pensando. Eu fico triste, porque posso até não ter filhos, mas tenho sobrinhos, tenho alunos, tenho filhos de amigos e dói um pouquinho saber que a melhor possibilidade de educação que eles têm é justamente uma das piores possíveis.

8 comentários sobre “Alternatividade – Montessori, Freinet e Blumenau

  1. Oi Geórgia,
    Gostei de encontrar seu blog, mas fiquei muito triste com estas informações sobre as escolas de Blumenau.
    Eu e minha família vivemos no interior de Mato Grosso do Sul e vamos nos mudar para Blumenau em breve. Tenho 2 filhos – uma menina de 5 anos e um menino de 2 anos. Estava crente que encontraria algo legal e alternativo por aí: pedagogia Waldorf, Montessoriana ou, pelo menos, alguma escola com bons educadores e uma visão humanista de educação.
    É sério que não tem nada nem parecido com isso por aí? Qual escola você indicaria? Estou tentando pesquisar à distância, pela internet, mas não está fácil…
    Desde já te agradeço!
    Marja

  2. Olá Georgia, sou a professora Eliane, vc fez estágio com a minha turma. Lembra aquela atividade com o relógio com ponteiro de bailarina? Estou trabalhando com bebês este ano, ameia a experiencia, as atividades que estamos propiciando para nossos alunos vai de encontro com a pedagogia Montessoriana, desejo obter atividades para crianças de zero a um ano e meio, Forte abraço!!!

  3. Olá Georgia, estou a procura de uma escola montessoriana em Blumenau, infelizmente não acho, amo esse método, a única coisa que eu encontro é o método da positivo😦

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s